Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

DESTA VEZ DEFENDO QUEM AJUDA OS NECESSITADOS E ATÉ DIGO BEM

Gomes, 13.05.20

MH MAIO 2020-11.jpg

O Movimento de Humor (MH)
é alvo de críticas e está muito bem.

O ataque maior é que somos "bota-a-baixo"
e somos tendenciosos contra os que defendem
os necessitados.

Neste caso vamos defender a instituição
que mais defende os necessitados,
apesar de muitos crimes que cometeram
ao longo da História, ajudaram
e ajudam mais necessitados
do que qualquer outra instituição.

Mas as instituições são feitas de pessoas
e por isso transportam para essas instituições
o que têm de bom e de mau.

Esta instituição, que é o Vaticano,
respeitou as normas de segurança
que o governo proclamou.
Não abriu parêntesis na sua comemoração.

Houveram fieis que se juntaram - mas não entraram
no recinto de Fátima, por decisão da instituição.
Pessoas individuais não são
a mesma coisa que a Instituição.

Por isso damos os parabéns ao Vaticano
que agiu bem - isto para provar que não somos (sempre)
"bota-a-baixo" nem andamos sempre a criticar
quem defende os necessitados.

Valha-nos o Santo Humor
para pagar o Amor da Igreja.

JG
13/05/2020

COMO É QUE ANTÓNIO COSTA VAI COMBATER A CRISE?

Gomes, 12.05.20

MH MAIO 2020-10.jpg

Com imensa frugalidade!
O senhor António Costa, primeiro ministro de Portugal,
vai investir menos na dinamização da economia provocado pelo covid-19.
É o décimo quinto país, da Europa
que menos investe no combate à crise.
Ficando muito abaixo da média europeia.
(fonte: previsões de Primavera, comissão europeia, Maio 2020)

Portugal tem o PIB mais baixo
e com isto não pode alargar os cordões à bolsa,
mas temos o maior governo
(com mais ministros e secretários
depois do 25 de Abril de 1974);
o governo de António Costa continua a mandar grandes quantias de dinheiro para os bancos
(apesar de Costa dizer que são empréstimos
o dinheiro ainda não foi restituído - mesmo o último empréstimo indevido ao Novo Banco);
as famílias do governo socialista continuam com absoluto descaramento a serem privilegiados nos contratos e a comerem dos tachos.

Os hospitais de campanha
têm que pagar taxa à ARS
que varia entre mil e cinquenta mil euros, os municípios que tiveram coragem para criar hospitais de campanha vão ter que PAGAR AO ESTADO.
Ver aqui: https://sicnoticias.pt/…/2020-05-08-Hospitais-de-campanha-t…

Façam favor de se proteger
de maus políticos e do covid-19

JG
12/05/2020

CENTENO É HERÓI OU VILÃO?

Gomes, 11.05.20

MH MAIO 2020-8.jpg

No governo anterior,
que não era de Passos Coelho e de Portas,
mas o mesmo que o que está em actuais funções
(apenas com muito mais gente
e mais gastos do erário público que falta fazem ao país)
o senhor ministro das finanças,
Mário Centeno, era o herói dos socialistas.

Graças aos grandes sacrifícios dos portugueses
foram ligeiramente amortizados os juros
de uma dívida que ninguém sabe como foi feita
(ou sabem e não querem tornar pública
por vir a desacreditar partidos e instituições
que necessitam de manter boa imagem),
mas que ofereceu a capa de herói a Centeno.

Desde que Victor Constâncio foi governador
do Banco de Portugal
(que as contas nunca mais bateram certo
e o dinheiro saía, e continua a sair, para bancos
em clara bancarrota).

Toda a gente entende que uma economia sólida
depende de bancos credíveis e por isso o apoio à banca,
mas não se iludam: com o argumento de protegerem
as instituições se protegem os malandros e os incompetentes.

O que esteve por trás de tudo isto?
Sabemos pouco ou nada.
Os jornais são enigmáticos
e os responsáveis silenciosos - por isso cabe-nos teorizar:

Talvez por que o banco do Estado
(Caixa geral de Depósitos) tenha andado
a vender dívidas aos bancos privados com a garantia
que quando necessitassem
os fundos públicos punham a mão por baixo.

Por isso se justifica Centeno
entregar 900 mil milhões de euros à CGD
e outros tantos a outros bancos?
Assim parece.

Talvez assim se explique o que Joe Berardo
andava a dizer que ele não tinha dívidas
nenhumas - talvez tenha sido testa-de-ferro
de uma dessas acções de "mão-protectora". Será assim?

Também parece.

A urgência
(parece que com a pressa Centeno se esqueceu
de avisar o coitado do primeiro ministro António Costa
- que já anda enganado desde o governo de José Sócrates)
com que o governo entregou 850 milhões
de euros do capital sacado aos contribuintes
com o objectivo de colocar 1037 milhões no Novo Banco
talvez prove que a coisa está mais complicada.

O certo é que se António Costa não tinha mesmo conhecimento deveria exigir ao Novo Banco a devolução destes 850 milhões e exigir
que sejam pagos os "empréstimos à banca"- como diz Costa.

A condenação de pessoas não implica
a condenação das instituições - lembramos
para denunciar os manhosos que gostam de fazer confundir.

Por falar nisto: Centeno também quer o lugar de governador do Banco de Portugal.

Então o ciclo fica aconchegadinho
para uns tantos ficarem acima das regras
que impõem aos portugueses.

Lá está o Comité Central comemora o 25 de Abril,
os outros...são só isso: "OS OUTROS".

Mantenham-se em segurança de COMITÉS CENTRAIS
e, já agora, do covid-19.

JG
11/05/2020

GOVERNO DE ESQUERDA VAI PEDIR A RESTITUIÇÃO DOS 850 MILHÕES DE EUROS ENTREGUES AO NOVO BANCO? SE COSTA NÃO SABIA DE NADA, VAI CORRIGIR O ERRO ?

Gomes, 09.05.20

MH MAIO 2020-7.jpg

O senhor António Costa, quando pertenceu ao governo liderado por José Sócrates, nunca soube nada das negociatas escandalosas do seu líder de partido e de governo.

António Costa estava muito ocupado!

Agora, com toda esta falta de dinheiro
para apoio aos portugueses,
o governo mais caro de Portugal
não dá informação ao coitado de António Costa
que não sabia que o GOVERNO DE ESQUERDA ENTREGOU 850 MILHÕES DO ERÁRIO PÚBLICO.
O senhor primeiro ministro confessou na Assembleia
da República que não sabia nada sobre os 850 milhões entregues ao Novo Banco.

Coitadinho !

Como o Banco de Portugal
também nunca soube nada das negociatas dos bancos.
A Caixa Geral de Depósitos também não sabia nada
do capital entregue a Joe Berardo.
Todos os que metem o dinheiro público no bolso
não sabem nada!

Mas a quem acha que António Costa pediu desculpa?
Opção A - a Rui Rio?
Opção B - a André Ventura?
Opção C - à camarada Catarina Martins?
Opção D - ao POVO PORTUGUÊS?

Se optou pela opção D (Povo Português) ESTÁ ERRADO!

O primeiro ministro de Esquerda
pediu desculpa à sua camarada de Esquerda
Catarina Martins. NOTEM BEM QUE O DINHEIRO É DO POVO, não é do PS, nem de qualquer partido
de Esquerda ou de Direita
(apesar de se juntarem para não pagarem impostos)

Ver aqui:https://expresso.pt/…/2020-05-07-Novo-Banco-recebeu-dinheir…

Há aumento de desemprego,
micro empresas aflitas,
famílias em risco de pobreza,
o governo de Esquerda diz que não entrega máscaras
a necessitados
e agora este governo de Esquerda
manda Milhões de euros para um banco que já comeu
mais dinheiro do erário público - razão dos empréstimos
que Portugal contrai na Europa e na banca internacional.

Será que António Costa vai PEDIR A RESTITUIÇÃO DOS 850 MILHÕES ENTREGUES, SEM A SUA AUTORIZAÇÃO, AO NOVO BANCO ?

Mantenham-se em segurança de PÉSSIMOS GOVERNANTES e, já agora, do COVID-19

JAG
09/05/2020

OS POBRES QUE PAGUEM A PANDEMIA ?

Gomes, 09.05.20

MH MAIO 2020-6.jpgA senhora ministra da saúde
(a martinha)
já aconselhava os portugueses,
que não pudessem pagar as máscaras
para parar a pandemia do covid-19
que fizessem com o que tivessem em casa.

Os pequenos negócios vão reduzir as receitas
e são obrigados pelo governo
a aumentarem as despesas.

Claro que o governo não pode ajudar
os mais necessitados, mesmo com uma certa responsabilidade pela disseminação do COVID-19.

Nem paga as máscaras aos advogados
em exercício do tribunal.
Pois o dinheiro está para apoiar as famílias
dos elementos do governo.

Confirmar aqui: https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/relacoes-familiares-no-governo-de-antonio-costa-envolvem-50-pessoas-e-20-familias-427229?fbclid=IwAR256GW2132d3frxwaMUHT-2K67tPyX3JhTkMGVK2cQkOTRHic0USTVAajc

Mais: num estudo do Banco de Portugal
(o mesmo que fechou os olhos às irregularidades
dos bancos - desde Victor Constâncio),
incluído no boletim económico de maio,
divulgado esta quarta-feira diz o seguinte:

“No grupo de 20% de famílias
com rendimento mais baixo
o rendimento disponível médio reduz-se 2,4%,
o que compara com uma redução de 7,8%
no grupo de 10% de famílias
com rendimento mais elevado“
Confirmar aqui: https://www.dinheirovivo.pt/economia/bdp-pandemia-penaliza-mais-o-rendimento-dos-ricos-do-que-o-dos-pobres/?fbclid=IwAR3g78vr9NZH8Je0UZkongDRPIGLCtu6diFYguY9Xzbb9IUubeWc985vPj8

Os mais necessitados
ainda têm o rendimento mais reduzido?
Isto não vos repugna?

Entretanto este relatório não fala da cobrança
aos bancos que pediram dinheiro ao Estado.

Nem fala da colocação em lay-off do grupo de governo!

Joe Berardo continua a rir
e o povo demonstra que gosta de ser enganado.

Mantenham-se, dentro do possível, em segurança do governo e, já agora, do COVID-19

JG
08/05/2020

NÃO REPUGNA À SENHORA MINISTRA DA JUSTIÇA QUE SEJAM OS MESMOS A PAGAR A FALTA DE MEDIDAS DO GOVERNO

Gomes, 09.05.20

MH MAIO 2020-5.jpgA ministra da Justiça, Francisca Van Dunem,
disse:
“Se eu for no exercício da minha atividade,
que é uma atividade liberal,
exercido no interesse do cliente
e pela qual eu sou remunerado,
eu presumo que da mesma maneira
que eu faço repercutir sobre o cliente todos os custos associados à minha intervenção,
não me repugna
que esse custo também seja repercutido
e que não seja o Estado obrigado
a fornecer esse equipamento.”

Ver aqui: https://rr.sapo.pt/2020/05/06/pais/covid-19-ministra-sugere-que-advogados-cobrem-custo-das-mascaras-aos-clientes/noticia/191931/?fbclid=IwAR12ng-pTbvRegCof0XAvY16D-WUmyENDgsw3NjHvxlO2Mhk6uT2ccsCbdU

Os advogados,
como todos os empresários,
já têm que assumir a segurança
e combate à propagação do COVID-19
nos seus espaços de empresa.

Mas assumir os custos ou cobrar ainda mais aos clientes para usar máscaras no Tribunal parece um abuso do governo.

Quando ouvimos este comentário da senhora ministra da Justiça temos que nos lembrar de muita coisa.

1 Temos que nos LEMBRAR DOS DIVERSOS AVISOS EM INICIO DE FEVEREIRO (2020) DE MACAU QUE NÃO FORAM SEGUIDOS PELO GOVERNO (que esta senhora Van Dunem pertence).
ver aqui:
https://www.cmjornal.pt/mundo/detalhe/estudantes-da-china-regressam-a-portugal-e-nao-fazem-rastreio-para-despistar-infecao-de-coronavirus?fbclid=IwAR3cvBVyzTL9TP33w7Y4pq2yvk24QPl8uqaY3roCCXUye04LJy3V7ivklt4

2 TEMOS QUE NOS LEMBRAR QUE ATÉ AO FINAL DE FEVEREIRO 2020 O GOVERNO DESVALORIZOU AS CONSEQUÊNCIAS DO COVID-19

3 TEMOS QUE NOS LEMBRAR QUE O GOVERNO MAIS CARO DISSE QUE NÃO HAVIA AUSTERIDADE POR CAUSA DO COVID-19

4 TEMOS QUE NOS LEMBRAR DOS APOIOS DO GOVERNO
QUE APENAS CONSISTE EM COBRAR OS IMPOSTOS UM BOCADINHO MAIS TARDE
https://www.publico.pt/2020/03/21/economia/noticia/coronavirus-nova-vaga-apoios-empresas-familias-1908835?fbclid=IwAR2OCVrE2wX5wVzhGfYdzS4Xh8YHaNu2TPJ7qjjaDgYOz232qCIO_yzKYlg

5 TEMOS QUE NOS LEMBRAR OS "EMPRÉSTIMOS" Á BANCA QUE AINDA NÃO FORAM COBRADOS.

6 TEMOS QUE NOS LEMBRAR QUE HOUVERAM E AINDA HÁ FAVORECIMENTOS ÁS FAMÍLIAS DE ELEMENTOS DO GOVERNO


Mantenham-se em segurança de maus políticos
e, já agora, do covid-19

JAG
07/05/2020

AINDA BEM QUE QUE O PARTIDO DO GOVERNO É PELA DEFESA DO INTERIOR

Gomes, 07.05.20

MH MAIO 2020-4.jpg

O governo de António Costa,
o tal que é mais caro,
vai manter pagamento
dos passes às empresas de transporte.
Claro que estamos a falar da grande Lisboa
e do grande Porto o resto é paisagem.

O senhor Manuel Machado, presidente da Câmara Municipal de Coimbra,
nas ultimas autárquicas dizia que era uma enorme vantagem
para Coimbra ter um executivo da CM Coimbra
da mesma cor política que o governo.

E é o que se vê.
Sem Metro (nem o metro autocarro),
sem aeroporto,
sem apoios para os transportes públicos municipais
(quando o governo apoia as empresas
de transporte de Lisboa e Porto);
a maternidade nova - é para esquecer.

A pergunta é esta: Coimbra está melhor com governo e CMC serem socialistas?

Foram cumpridas as promessas em campanha
do senhor Manuel Machado?

Quais os critérios para apoio?
Será pela necessidade ou onde há maior número de votos?

Protejam-se de maus políticos
e, já agora, do covid-19

JG
06/05/2020

OS EMPRESÁRIOS SENTEM-SE ABANDONADOS E SEM DINHEIRO ENQUANTO A FUNÇÃO PÚBLICA...

Gomes, 05.05.20

A ideia de Karl Marx para que o Estado fosse o único empregador está a ganhar espaço em Portugal.

Neste momento,
com a falta de apoio
por parte do governo,
aos pequenos empresários
deve ser uma estratégia para concretizar
a fantástica ideia de Karl Marx: vamos todos ser funcionários públicos.

Será que é estratégia ou é a habitual falta de competência por parte do governo.

País dividido.

A indignação do grande jornalista
de Coimbra, Lino Vinha, na sua crónica
que demonstra a falta de apoios das empresas.
https://www.radioregionalcentro.pt/…/assim-pensa-lino-vinh…/

Mantenham-se em segurança de maus responsáveis políticos e, já agora, do COVID-19

JG
05/05/2020

MH MAIO 2020-3.jpg

 

SE NÃO TIVEREM DINHEIRO PARA MÁSCARAS...

Gomes, 05.05.20

A senhora ministra da Saúde,
a Martinha
(eleita pelo Partido Socialista em Coimbra
- por isso já é nossa conhecida),
veio dizer ontem
(domingo 3 de Maio 2020)
que se as pessoas que não podiam comprar máscaras,
para se protegerem
e protegerem os outros,
podiam fazer em casa com o material que tivessem.

Nós compreendemos que o governo socialista
no seu segundo mandato
NÃO TENHA DINHEIRO para comprar máscaras
dado que tem que "EMPRESTADAR"
muito capital à banca (esse tanque roto) .

Também sabemos que é complicado
pagar imensos ordenados a ministros
e secretários que não podem estar em Layoff,
por isso não conseguem apoiar as pessoas mais carenciadas.

Apesar de haverem câmaras municipais que oferecem máscaras aos munícipes,
o governo socialista tem que ajudar muitas famílias
de ministros e secretários
e como o dinheiro não estica :que se lixem os necessitados.

Um exemplo de boa gestão é a Câmara Municipal
(não é a Câmara Municipal de Coimbra) de Mafra
.
Ver aqui:
https://www.dn.pt/…/camara-municipal-de-mafra-distribui-mas…

Como dizia a outra: «Se não têm pão por que não comem brioche? » também a martinha não se escandaliza nada em dizer que«se não têm dinheiro para comprar máscaras então façam com os tecidos que têm em casa» - dito isto publicamente.

As pessoas que votaram na martinha
devem estar mesmo muito satisfeitos
pelo resultado dos seus votos.

Mantenham-se protegidos dos maus governantes
e, já agora, do COVID-19

JG

04/05/2020

MH MAIO 2020-2.jpg

 

Pág. 2/2