Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

MAIS VALE SUSTENTAR UM BURRO A PÃO DE LÓ DE VALE DE CAMBRA !

Gomes, 11.07.22
 

MH-711-07-2022.jpg

 
 
«Os fogos no interior, devem-se ao Oxigénio.»
«O Bacalhau à Brás é o maior culpado pelo entupimento das urgências de saúde no Verão.»
«Os médicos é que são uns cobardes.»
São só algumas “pérolas de sabedoria”
com que nos tem brindado o Governo de António Costa.
 
O interior longínquo de Portugal...perdão, de Lisboa, é muito mais difícil de satisfazer e, talvez por isso, Costa quer juntar todos num recinto.
 
Fazer sair as pessoas das aldeias para defenderem o ambiente ecológico numa grande cidade.
Um plano político que a Ministra da Saúde eleita por Coimbra, Marta Temido, segue à risca. Como é de esperar por ter tanta proteção de Costa.
 
Deixar o interior de Portugal completamente vazio de pessoas. Poupando-se no esforço para apagar incêndios e para reduzir Centros de Saúde. À semelhança do que já aconteceu com os postos de Correios, Caixa Geral de Depósitos (que deveria ajudar a banca a chegar ao interior), Tribunais e demais instituições que chamam gente.
A verdade é que as tarifas cobradas nas estradas portuguesas que nos levam ao Interior também são proibitivas! Provando que a estratégia socialista é mesmo concentrar mais gente nas duas mega cidades portuguesas.
O CDS-PP de Vale de Cambra é que não foi na estratégia de António Costa e, sem medo de represálias socialistas, fez uma moção de protesto onde foram fechados os centros de Saúde abrangendo 40 aldeias.
 
O que é grave é que estas populações estão sem médico há mais de um mês.
 
Com votos de apoio do PSD e PS o CDS-PP de Vale de Cambra enviou a moção ao Presidente da República, Primeiro-Ministro, Ministra da Saúde, Área Metropolitana do Porto, grupos parlamentares da Assembleia da República, Administração Regional de Saúde do Norte e Agrupamento de Centro de Saúde Aveiro-Norte.
O CDS-PP de Vale de Cambra reclama a "normalização dos serviços" prestados pelos dois polos - dirigidos a uma população que é de 2.000 utentes, na sua esmagadora maioria pessoas idosas, durante a maior parte do ano e que duplica nos meses de verão e Natal com o regresso dos emigrantes.
 
Será que o Governo de António Costa não se apercebe que um interior mais abandonado ajuda a que haja mais incêndios ?
 
Entretanto, já recebemos mais de 4 mensagens da Aviso PROCIV para não fazermos fogos nos espaços rurais. 😃
Assinado pelo Primeiro-ministro desta nação que não se cala que é o Movimento de Humor, José Gomes

O PRESIDENTE PASSOU DE BANANA A CAMARÃO NO BRASIL !

Gomes, 04.07.22

MH-2-4-07-2022.jpg

 
O senhor Presidente da República Portuguesa, o sempre comentador Marcelo Rebelo de Sousa, ganhou o título ‘homem-banana’, ou ‘bananamen’, quando recebeu o ex-Presidente Trump dizendo que o símbolo de Portugal era o Cristiano Ronaldo para agradar à maioria dos portugueses que apenas completou o nono ano de escolaridade.
Não ia falar da História nem da Cultura de Portugal para não ofender quem vota no PS ou no BE.
Numa infeliz tentativa de ser popular que levou Trump a responder que Cristiano poderia ser o novo Presidente. O ‘bananamen’ respondeu que Portugal não era os EUA e Trump concordou trocista.
 
Portugal, já tinha pedido esmola aos EUA pela mão papuda de Mário Soares e esmola agora com a mão papuda de António Costa na Europa.
 
Mas Marcelo continua a tirar selfies com pessoas sem abrigo como a coisa mais natural do mundo. Triste!
O BANANA Marcelo respondeu na feira do livro do Porto a uma senhora, que o interpelava sobre a dificuldade de sobreviver, com uma ideia anti-democrática: «Votaram neles, agora aturem-nos! ».
 
Não!
Não era um velhote casmurro a falar para o colega do lado enquanto lhe seriam uma bica, era o senhor Presidente da República de Portugal que repete o que dizem as pessoas mais ignorantes que votaram nele e no Costa!
Já não falamos da selfie do Banana no bairro que agrediu a polícia.
Não falamos do Banana Marcelo a perguntar, com toda a tranquilidade, para um sem abrigo “se andava a recolher a comida” - Referindo-se aos contentores de lixo. Com a feira de tecnologia como cenário de fundo, apoiada com uma gigante verba pelo mesmo Estado que não tem dinheiro para resolver a pobreza que envolve o Presidente de Portugal.
 
Marcelo Rebelo de Sousa, o Banana, faz eco de tudo o que diz a maioria das pessoas. Concorde ou não, o Banana Marcelo repete o que a maioria sem espírito crítico diz. Repete como...um verdadeiro BANANA que não assume o que pensa!
 
Mas foi com a visita ao Brasil, país irmão, que o Banana Marcelo se metamorfoseou em CAMARÃO. Como os camarões vermelhos alaranjados por fora e a cabeça com porcaria (ou em bom português: ‘merda’) e toca a fazer a pré-campanha de Lula da Silva.
 
O encontro com Lula levou mesmo ao cancelamento da reunião com o Presidente eleito democraticamente no Brasil, Bolsonaro, para estar do lado do candidato que fez tanta merda como Bolsonaro, mas um é candidato e esteve preso por abuso de poder (Lula) e o outro, quer se goste ou não, foi eleito pelo povo brasileiro (Bolsonaro).
O ex-Banana e atual Camarão, Marcelo, resolve virar as costas à Democracia brasileira que elegeu Bolsonaro.
Nós, portugueses, temos que aguentar o Marcelo/ Costa; os brasileiros o Bolsonaro.
Os portugueses ficam piores! Aturam dois antipolítica!
Será que quem foi ao Brasil foi o senhor Marcelo Rebelo de Sousa, afilhado de Marcelo Caetano, e que pagou as contas da viagem do seu bolso?
Ou foi o Presidente da República de Portugal, pago com o transpirado dinheiro dos impostos portugueses?
Marcelo é um Banana metamorfoseado em Camarão a apoiar a pré-campanha de Lula nas profundidades do oceano político!
 
Triste populismo tonto que envergonha Portugal!
 
 
Texto e boneco do Primeiro-ministro desta nação que é o Movimentos de Humor, José Gomes