Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

A GANÂNCIA DO GOVERNO NÃO TEM LIMITES ?

Gomes, 25.09.20

MH SETEMBRO 20-20.jpg

Disse o jornal ECO, datado de 14/09/2020, o que nos choca:
«Governo pretende criar uma nova linha de crédito. Desta vez para ajudar as pequenas e médias empresas (PME) e os profissionais liberais a fazer face aos seus compromissos fiscais, apurou o ECO.»

Acrescenta: «A linha de crédito poderá ser usada para financiar o pagamento de qualquer tipo de imposto. Ou seja, IRC, IVA, IMI e adicional ao IMI, derrama, IMT ou imposto de selo.»

Fantástico!

«O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais reconheceu, esta semana no Parlamento, a “dificuldade que existe” de empresas e famílias “cumprirem as suas obrigações fiscais”, nestes tempos de pandemia. »

As pessoas andam aflitas, sem dinheiro e sem saber o que fazer à vida então fazem um créditozinho para pagarem os impostos ao Estado.

A corrupção (mesmo o caso do marido
da ministra da Justiça
ou da família da ministra da Cultura, etc. etc.);
o nepotismo;
as negociatas das "empresas porreiras";
as verbas entregues ao Novo Banco e MUITO MAL EXPLICADAS;
as compras dos vagões a Espanha com amianto e sem préstimo;
as Rendinhas às grandes empresas camaradas...ISSO NÃO É PARA AQUI CHAMADO!

O que importa são os pagamentos dos impostozinhos
e depois os votinhos para quem vai se governar com a massa.

Veja o artigo jornalístico aqui:
https://eco.sapo.pt/.../governo-cria-linha-de-credito.../

Mantenham-se alerta!

Gomes
25/09/2020

ESTAMOS TODOS A IR ALEGREMENTE PELA SANITA ABAIXO ?

Gomes, 23.09.20

MH SETEMBRO 20-17.jpg

A função da Associação Nacional
de Municípios Portugueses (ANMP),
deveria ser o de procurar distribuir investimentos por Portugal.
 
A senhora ministra da Coesão Territorial,
Ana Abrunhosa, vem puxar as orelhas ao presidente da ANMP, Manuel Machado, para explicar claramente que NÃO VAI HAVER AEROPORTO TANTO PARA COIMBRA COMO PARA LEIRIA.
Também desconhece qualquer estudo tanto de Leiria, como Coimbra.
MAS ENTÃO OS ESTUDOS PAGOS
PELA CÂMARA MUNICIPAL DE COIMBRA?
ONDE ESTÃO?
Ou a senhora ministra da Coesão Territorial,
Ana Abrunhosa, ESTÁ A MENTIR,
ou o senhor Manuel Machado rasgou
os diversos estudos pagos pela CMC
- QUALQUER DAS DUAS POSSIBILIDADES É MUITO GRAVE!
Para além disso, a senhora ministra
deixou bem claro que não vai haver descentralização
dos serviços dos ministérios - vai continuar
tudo centrado em Lisboa.
Ana Abrunhosa disse-o claramente:
«Passar qualquer coisa de Lisboa para o resto do país tem uma grande resistência nos serviços dos ministérios. Não estou a dizer nos ministros, estou a dizer nos serviços dos ministérios. É perder poder. Nós temos de ter consciência disto»
ENTENDERAM?
Ou seja todo o país vota e paga,
mas não é ouvido nem achado no governo.
Que disseram os jornais de Coimbra
sobre a clarificação de que não vai haver aeroporto em Coimbra?
 
😃 Procure.
 
O Jornal «Região de Leiria» falou sobre isso :
ESTRANHA QUE COIMBRA ESTEJA CADA VEZ MAIS ABANDONADA?
Outro assunto: quanto a transferir o Supremo Tribunal Administrativo e o Tribunal Constitucional para Coimbra,
a senhora ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa,
NÃO COMENTA!
 
AINDA ACREDITA NO INVESTIMENTO
EM COIMBRA PELO GOVERNO DE ANTÓNIO COSTA?
AINDA ACREDITA NA EFICIÊNCIA DE MANUEL MACHADO ENQUANTO PRESIDENTE DA ANMP, OU DA CMC ?
Mantenham-se alerta!
Gomes
22/09/2020

O PAÍS SÓ NÃO PRECISA É DE TOLOS A GOVERNAREM PORTUGAL !

Gomes, 18.09.20

MH SETEMBRO 20-15.jpg

O senhor primeiro ministro, António Costa,
(não o benfiquista),
disse em conferência
(não foi em off)
em Abril de 2018
que: «O país precisa de imigração
e de atrair talentos para Portugal»
Continuou a dizer que Portugal necessitava
que migrassem mais jovens estrangeiros
com talento para desenvolver o nosso país.
Confirme aqui mais disparates de António Costa: https://www.rtp.pt/.../antonio-costa-diz-que-o-pais...
Dizia que a natalidade
não compensava (talvez por isso a política
de saúde dos lares de idosos -2020).
Agora vejam os números de jovens portugueses
formados em Portugal
(que também necessitam do dinheiro dos impostos - MAIS desperdício de verbas públicas)
QUE SAIEM DE PORTUGAL
Segundo dados da Pordata
o número ronda as 80 mil portugueses que abandonam Portugal por ano.
Em 2019 foi de 77040 portugueses que saíram do país.
Num país com população envelhecida 77 mil pessoas a saírem
(em 2019) prova que o primeiro ministro foi incompetente
e mais incompetente em dar como solução a imigração.
Vamos ver a questão dos portugueses que saírem com formação :
A Ordem dos Enfermeiros afirma
que recebeu 4.506 pedidos de certificado
de equivalência para exercer no estrangeiro durante 2019.
Só no caso dos enfermeiros
e onde o governo vai a seguir homenagear com enorme desfaçatez e burrice o Serviço Nacional de Saúde.
Faz isto para enganar os portugueses?
Não estamos a contabilizar os jovens
que se formam e que acabam como caixas
de supermercado ou a fazer tele-atendimento,
enfim a tentarem sobreviver.
E ANTÓNIO COSTA A PEDIR IMIGRANTES
PARA PORTUGAL - seria uma anedota
se não afetasse tantas famílias.
Agora, em Setembro de 2020,
eis o que a revista Sábado notícia: «Mais de duas dezenas de migrantes desembarcaram no Algarve.
A SÁBADO já investigou as rotas
que grupos de marroquinos usam para chegar a Portugal.»
A questão é se estes migrantes
vêm por intermédio de redes criminosas de passe?
O SEF tem meios para investigar?
Não nos parece.
Mas este governo de tontos
continua a considerar a solução de Portugal a maior imigração.
Ninguém de bom senso
é contra a Imigração ou contra a emigração.
Não é disso que se trata.
Apenas não nos devemos deixar enganar
por discursos falaciosos e idiotas
de que a imigração é a salvação de Portugal.
Mas vamos ver quantos portugueses saem
e quantos estrangeiros legais entram
- em 2019 saíram 77 mil portugueses
- no mesmo ano de 2019 entraram 111 mil estrageiros LEGAIS
(segundo jornal Expresso a entrada de imigrantes: https://expresso.pt/.../2019-11-12-Imigracao-para...)
Não encontramos dados
sobre as qualificações dos que saem
e dos que entram.
Mas o que estamos a falar
é que entram apenas mais 30 mil pessoas
do que saem
isto apenas em 2019.
Também sabemos que a maioria
de jovens portugueses que saem têm cursos superiores
e por isso vão para países como a Inglaterra,
Alemanha ou Holanda.
Logo o que estamos a falar
é de MENOS IDIOTICE POR PARTE DO GOVERNO
para fixarem os jovens em Portugal
e não de considerar como "salvação nacional" os migrantes.
A salvação nacional só é feita
se tivermos menos gente incompetente
e menos má fé na equipa governamental,
mas com um incompetente e "chico-esperto"
como o primeiro ministro
como pode haver este milagre?
Mantenham-se alerta!
Gomes
18/09/2020

HOMÓNIMA DE CARTUNISTA CANDIDATA-SE A PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Gomes, 10.09.20

MH SETEMBRO 20-08.jpg

O Movimento de Humor (MH)
deparou-se com a notícia de que a homónima do cartunista, José Gomes - Ana Gomes-, vai-se candidatar à eleição para Presidente da República.
A questão foi levantada na redacção
por uma questão de incompatibilidades de funções
para que não hajam familiares do MH a governarem,
pois pode alimentar o "favorzinho político"
e começarmos a fazer cartoons fofinhos dos governantes.
Ana Gomes sempre se pautou
por não ter familiares no governo
(tirando a sua filha, Joana Gomes,
mas só por que tem imensa competência
para o cargo no ministério da Cultura
- por essa razão está a área da Cultura tão em governada!!).
Tal como José Gomes que também não tem familiares
no governo (neste caso não há excepções
para não haver nenhuma tentação).
A suspeita aumentou
quando, para além de terem o mesmo apelido
(José Gomes e Ana Gomes só podem ser parentes !),
também criticam o Partido Socialista.
Para além disso,
Ana Gomes e José Gomes também combatem os extremismos políticos.
Só que aqui há uma pequena diferença
entre José Gomes e Ana Gomes: Ana Gomes combate a extrema-Direita e José Gomes combate a extrema-Direita,
mas acrescenta o combate à extrema-Esquerda - esta pequena diferença levanta suspeita que podem não ser familiares.
Após o anúncio de Ana Gomes,
a direcção socialista e outros dirigentes do partido
continuam em silêncio.
Não há muitos movimentos arriscados neste jogo de "xadrez político": nem militantes, nem socialistas históricos se atrevem a dar a sua opinião.
Por que será?
Em recente entrevista ao semanário Expresso,
o primeiro-ministro considerou que se Marcelo Rebelo de Sousa não se recandidatasse a Presidente da República «havia um problema grave no conjunto do país»
que, no seu entender, tem por certo
que concorra a um segundo mandato
do actual chefe de Estado.
Vamos acompanhando a telenovela
patrocinada por todos os portugueses.
Mantenham-se alerta!
Gomes
10/09/2020

GOVERNO FAZ MAIS UM ATAQUE A IDOSOS !

Gomes, 04.09.20

MH SETEMBRO 20-04.jpg

 
Quanto mais idade,
menor a defesa do organismo humano.
Os diversos governos
foram aumentando a idade de reforma,
a que este governo socialista
com estes dois últimos mandatos
não alterou
nem tem vontade de alterar.
Os professores estão neste grupo.
O que criou um enorme envelhecimento
da média dos professores entre o básico e o secundário.
Portugal é o segundo país da Europa com o MAIOR ÍNDICE DE ENVELHECIMENTO DOS PROFESSORES ENTRE O BÁSICO E O SECUNDÁRIO.
Mandar professores com alto índice de envelhecimento
para um risco diário de serem contaminados
com a gripe chinesa (vulgo: Covid-19)
pode ser considerado um crime premeditado.
Pois o governo assume o risco,
percebe a fragilidade das vítimas
e mesmo assim decide mandar as vítimas
para a possibilidade de morte.
Correr o risco, com consciência,
de que a maioria dos professores
podem sofrer com a contaminação de coronavírus
e que não têm defesas suficientes para recuperarem
é o quê?
Então por que razão,
o governo, não altera esta situação?
Não considera um crime?
Mantenham-se alerta.
Gomes
04/09/2020

VACAS MAGRAS, AMEAÇAS, ALDRABICES E PENHORA DE PORTUGAL

Gomes, 01.09.20

MH SETEMBRO 20-01.jpg

 

Coimbra foi ontem palco
de mais umas promessas
como a que foi a da construção
de um aeroporto no Concelho de Coimbra.

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, defendeu que:
«Os próximos tempos serão de ressaca.
Muitas empresas não conseguirão sobreviver
e muitos empregos se perderão», alertou o ministro da Economia, orador do debate “Recuperar Portugal”.

Mesmo com a ajuda da Europa (400 mil milhões de euros)
o ministro da Economia avisou: «o desemprego vai crescer,
mas ficará abaixo da crise anterior».

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social
enfatizou a importância de «quebrar ciclos de sub-qualificação
e ciclos de pobreza» e de construir soluções
com base num «efectivo diálogo social».
Entenderam?

Ainda disse mais para esclarecer:
«Os trabalhadores, na paz social, TÊM DE SER PARTE ACTIVA DA SOLUÇÃO » - traduzindo: DESENRASQUEM-SE SOZINHOS !

António Costa de Agosto entrou em conflito com António Costa de Abril (no mesmo ano de 2020).
Pois António Costa de Agosto
admitiu que Portugal entrou em crise económica,
social e até política;
enquanto António Costa de Abril
disse que não haveria austeridade em Portugal.

António Costa de Abril (minuto 3:01) :
https://sicnoticias.pt/especiais/coronavirus/2020-04-23-Antonio-Costa-garantiu-que-nao-havera-austeridade-em-Portugal-depois-da-pandemia

António Costa de Agosto diz que afinal há crise profunda e que não fez ameaça para sair:
https://sicnoticias.pt/economia/2020-08-31-Antonio-Costa-diz-que-nao-fez-qualquer-ameaca-para-conseguir-aprovacao-do-Orcamento-do-Estado

Quando alguns dias anteriores a esta declaração,
António Costa deixou o aviso:
«se não houver acordo, não há Orçamento [para 2021]
e há uma crise política».
E «aí estaremos a discutir qual é a data em que o Presidente
terá de fazer o inevitável».

Fonte aqui: https://rr.sapo.pt/2020/08/29/politica/costa-avisa-sem-acordo-nao-ha-orcamento-e-ha-crise-politica/noticia/205203/

Como Coimbra até teve promessas não cumpridas,
mas ainda assim votou mais no PS,
é natural que possa ser a cidade capital da aldrabice.

Perguntamos todos nós: «E os 400 mil milhões da Europa?»

A ajuda da Europa vai servir para:

1_Que Costa ainda se mantenha no governo por mais uns tempinhos, pois vai negociando umas medidazinhas (coisas pequenas para que eles aprovem o desbaratar do capital) à Esquerda;

2_Possam ser pagas todas as mordomias e ordenados do governo mais caro de Portugal (aqui obviamente que não há cortes nem crise económica, nem política nem social);

3_Vão servir para pagar dívidas da banca, como foi o caso da entrega de capital ao Novo Banco antes da auditoria que, depois da entrega do capital, a auditoria revela hoje que há perdas de mais de 4 mil milhões no Novo Banco ( ver aqui: https://sicnoticias.pt/economia/2020-09-01-Auditoria-revela-perdas-de-mais-de-4-mil-milhoes-no-Novo-Banco). Notem que o Chefe de gabinete do senhor Primeiro ministro é um economista (o senhor Vítor Escária) com curriculum no governo de José Sócrates - o que levou Portugal para a crise. Como economista de José Sócrates está preparado para fazer contas de subtrair.

Com tudo isto quem vai pagar a dívida da ajuda?

Pois...ninguém fala de combate ao tráfico de influencias, nem do combate à corrupção passiva e activa.

O senhor presidente da República vai dando umas larachas sobre as brincadeiras de Costa.
Ver aqui: https://rr.sapo.pt/2020/08/30/politica/marcelo-responde-a-ameaca-de-crise-politica-a-faca-e-o-queijo-estao-nas-maos-do-presidente/noticia/205297/

Marcelo Rebelo de Sousa em vez de pressionar o governo
para se conter neste momento de crise,
entra na brincadeira do faz-de-conta :
«que tu não sais
por que eu não deixo
e eu faço de conta que não me candidato.»

Mantenham-se alerta!

Gomes
01/09/2020

SÓ DÁ PARA LAMBER AS FERIDAS QUANDO NÃO SE TEM HOSPITAL, NEM BANCO, NEM ESCOLAS...

Gomes, 05.08.20

MH AGOSTO 20-04.jpg

 

A secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, afirmou que, "mais do que lamber as feridas", compete ao país reagir perante as consequências da pandemia.

O país - o Governo mais caro é que não!
Reaja o povo que a malta só quer receber o ordenado!

Mas não temos só consequências da gripe chinesa.

O interior de Portugal tem vindo a perder bancos
(a banca do Estado a Caixa Geral de Depósitos é a primeira a sair do interior);
Hospitais,
Maternidades,
escolas,
polícia...o interior está completamente abandonado.

Agora a senhora diz que a sua secretaria do Turismo
não tem nada a ver com isso.

Ou seja: a organização do GOVERNO DE ANTÓNIO COSTA E APOIADO PELO BE E CDU NÃO TEM ORGANIZAÇÃO NENHUMA.

O presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, (o presidente do municipio de Coimbra e presidente da ANMP está caladinho)
voltou a relembrar a necessidade de construir esta via rodoviária de ligação a Espanha, tal como o fez o alcaide
de Moraleja, César Herrero, e a própria conselheira da Junta da Extremadura (Espanha) para a Cultura, Turismo e Desporto, Nuria Flores Redondo.

Ver aqui: https://observador.pt/…/mais-do-que-lamber-as-feridas-comp…/

Ops!

Turismo no interior deve ser feito pelos imensos elementos
do governo socialista para verem o que andam a fazer pelo interior.

Mantenham-se alerta.

Gomes
05/08/2020

COIMBRA: PRAXE ACADÉMICA SÓ DE MÁSCARA

Gomes, 04.08.20

MH AGOSTO 20-02.jpg

As medidas para combater a propagação da gripe chinesa continuam no mesmo registo de coerência:NENHUMA!

Em articulação com a reitoria
da Universidade de Coimbra
e o Conselho de Veteranos
a praxe irá ser realizada, mas com as devidas medidas
de segurança impostas pela não propagação
da gripe chinesa (dita covid-19).

Os estudantes irão manter o afastamento
dos 2 metros entre cada pessoa,
usarão máscara para poderem praxar
e serem praxados.

Serão formados grupos mais reduzidos
e deixará de haver o contacto físico.

Uma praxe à século XXI

Ouvimos a opinião de um estudante:
o senhor Sponge Bora (SB)
(cópia mal feita de Sponge Bob):

SB- Mas qual praxe?
A malta vai é para os copos...e olha que não necessita
de máscara para emborcar. Vamos ali para a tasca da Ti Alzira e toca de emborcar

MH - Mas não vão usar máscara?

SB- Tás drogado?
Atão como bebíamos com a máscara?!

Na redacção do Movimento de Humor
já começámos a apostar que vai aumentar
o consumo de bebidas espirituosas
em Coimbra- a quantidade é que está em jogo.

Gomes
04/08/2020

QUER UM DINOSSAURO EM CASA ?

Gomes, 03.08.20

MH JULHO 20-22.jpg

 

A Google parece que dá uma ajuda
para cada um ter
o seu próprio dinossauro em casa...coisas da tecnologia.

Em Portugal não necessitamos
de termos um dinossauro em casa.
Nós somos dinossauros em vias de extinção
dado que estamos ao lado da central nuclear de Almaraz
que já teve dois incidentes em menos de uma semana.

Com Chernobyl e com Fukushima
também estava tudo bem até deixar de estar.

Em Portugal é mais hilariante:
não temos proveito da central nuclear,
mas podemos ter consequências dos desastres nucleares devastadores.

Mas o Governo sabe prever.

Não se lembram dos prognósticos da gripe chinesa?
Nunca chegaria a Portugal.

Pois esses prognósticos continuam.
O senhor ministro do ambiente, Pedro Matos Fernandes, desvaloriza as paragens dos motores da central nuclear
na vizinha Espanha.

Naaaa!

Nem o Tejo está poluído,
o que demonstra que os camaradas socialistas espanhóis
são tão eficientes como os camaradas socialistas de Costa.

Mais uma do ministro Nabo:
https://www.tsf.pt/…/ministro-do-ambiente-desvaloriza-parag…

Estejam alerta.

Gomes
30/07/2020

A COMISSÃO DE INQUÉRITO PARA AVERIGUAÇÃO DE USO DOS FUNDOS NA REGIÃO DE PEDRÓGÃO GRANDE ESTÁ DE FÉRIAS

Gomes, 28.07.20

MH JULHO 20-20.jpg

O incêndio que deflagrou em 17 de Junho de 2017
em Escalos Fundeiros,
no concelho de Pedrógão Grande,
que alastrou depois a municípios vizinhos,
nos distritos de Leiria,
Coimbra e Castelo Branco,
provocou 66 mortos e 253 feridos,
sete deles com gravidade, e destruiu cerca de 500 casas,
261 das quais eram habitações permanentes
e 50 empresas.

Os fundos usados para apoiar as populações levantou muitas questões sobre usos indevidos. Levantou-se grande suspeita de corrupção e para isso formou-se uma Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar.

Assim, o prazo de funcionamento da comissão
vai estar suspenso durante o mês de Agosto,
“retomando os seus trabalhos em 02 de Setembro”,
na sequência da votação final do projecto de resolução,
que foi aprovado por unanimidade,
com os votos favoráveis dos nove grupos parlamentares – PS, PSD, BE, PCP, CDS-PP, PAN, PEV, CHEGA, INICIATIVA LIBERAL e das duas deputadas não inscritas.

No Movimento de Humor reconhecemos a necessitada de férias dos deputados. Reconhecemos que pode não haver a possibilidade de escalas para que se mantenha o inquérito.

Um mês faz diferença neste processo?

Faz! Um inquérito desta natureza que envolve muitas entidades públicas.

O que nos intriga é que só em 24 de Março de 2020 é que foi formada a comissão, que começou por ser suspensa
desde o primeiro dia até ao final do estado de emergência devido à pandemia de covid-19,
decisão que foi tomada em 02 de Abril,
por unanimidade, pelo plenário da Assembleia da República.

O estado de emergência em Portugal, que entrou em vigor em 18 de Março, cessou em 02 de maio,
tendo o Governo decretado a transição
para a situação de calamidade.

Agora interrompe o mês de Agosto.

Ver aqui: https://tvi24.iol.pt/…/pedrogao-grande-parlamento-suspende-…

Por estas e por muitas outras razões
é que Portugal piorou, em 2019,
a sua pontuação no ranking sobre níveis de corrupção
no sector público elaborado pela organização
não-governamental Transparency Internacional (TI).

Considerando APENAS a UE,
Portugal é o 15.º Estado-membro com mais corrupção
entre os 28, ficando assim abaixo da média da tabela (14).
O relatório da TI não refere casos específicos
de corrupção em Portugal.

João Paulo Batalha, presidente da Transparência
e Integridade (TI-PT), no capítulo português
da Transparency International, no comunicado escreve:
«Para além de promessas reiteradas e discursos de ocasião, não tem havido em Portugal uma verdadeira mobilização
da classe política contra a corrupção, o que nos deixa repetidamente atrás da média da Europa ocidental.
Faz falta a coragem política para implementar uma estratégia robusta capaz de prevenir e combater eficazmente
a corrupção, o que não se consegue com declarações
de intenção.
São precisos compromissos efetivos»
(relatório respeitante ao ano de 2019).

Noticiado no Observador : https://observador.pt/…/corrupcao-setor-publico-em-portuga…/

Perante tudo isto perguntamos:

- A interrupção constante da comissão
que deveria apurar as responsabilidades políticas do Governo
e do Estado na gestão dos donativos
para a recuperação das zonas afectadas pelos incêndios
que deflagraram em Pedrógão Grande em 2017,
não irá beneficiar os corruptos ?

Muitas das provas
não irão desaparecer ?

Não se esqueçam,
também, que há um prazo máximo
para a realização de um inquérito que é de 180 dias,
findo o qual a comissão se extingue
(podendo com devida justificação
prolongar mais 90 dias).

Mantenham-se Alerta!

Gomes
28/07/2020