Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

O EX- SUPER-MINISTRO DAS FINANÇAS NÃO SE ARREPENDE DE ATIRAR MUITOS MILHÕES PARA OS BANCOS

Gomes, 22.06.20

MH JUNHO 20-15.jpg

Se o Cristiano Ronaldo jogasse como o ex-ministro
das Finanças, Mário Centeno, geriu as finanças portuguesas
os portugueses fartavam-se de apupar Centeno.

Chamavam-lhe todos os nomes feios
por ordem alfabética!

Como se trata de finanças
(e a malta é má a matemática)
Mário Centeno é o maior.

No Movimento de Humor acreditamos, honestamente que Centeno é o maior, mas é o MAIOR TRAPALHÃO!

Por exemplo:

Em 2018 a Caixa Geral de Depósitos
recebe 900 Milhões de euros
e o Novo Banco recebe das mãos de Centeno
800 Milhões do erário público;
em 2020 recebe 850 Milhões do parco
(com a pandemia ficou pior)
erário público.

(Honestamente que acham deste discurso de Centeno?
https://www.tsf.pt/portugal/economia/venda-do-novo-banco-se-me-arrependi-de-alguma-coisa-nao-12324513.html)

Centeno salta sobre a regra
(e pode? Não, mas faz sem que hajam consequências)
de só aprovar a entrega dos 850 Milhões de euros
depois do relatório financeiro
e entrega uma verba mais alta do que o do ano de 2018 - mesmo com a falta de verba causada pela pandemia.

Há teatralidade por parte de António Costa que mostra indignação, mas o Novo Banco não devolve os 850 Milhões de euros.

Mesmo quando o relatório apresenta prejuízos em 92% face a 2019, os administradores recebem prémio de gestão e recebem os 850 Milhões que vão somar com outras quantias idênticas entregues em anos anteriores.
(
https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/novo-banco-com-prejuizos-de-179-milhoes-em-tempo-de-pandemia-agrava-923-597868)

Tirando esta má gestão do erário público,
Centeno, ainda usou e abusou das cativações
(aquelas verbas que estavam nos Orçamentos de Estado, mas que não eram entregues ao destino escrito)
para ter o apoio da Esquerda e tinha.
Aliás, teve sempre apoio da Esquerda
para essas habilidades, mostrando,
a Esquerda, que ou não percebe nada de Matemática
ou fecha deliberadamente os olhos - cabe a si decidir.

Não satisfeito, Centeno,
ainda dizia que tinha baixado os impostos directos.
Porque os indirectos
(os impostos que não distinguem ricos de pobres)
subiram a ponto de este governo ter arrecadado
mais impostos do que os anteriores.

Mas nunca foi de admirar, pois este governo
é o governo que tem mais gente, maioria esmagadora incompetente, mas sempre pronta a tapar os olhos
aos eleitores.

Centeno, não é nabo
(como a sua ex-colega da Saúde,
do Ambiente, da Economia...),
mas pertence à categoria dos ESPERTOS TRAPALHÕES!

Por isto Centeno
deve ir para governador do Banco de Portugal
se a ideia for acabar com o resto das finanças portuguesas.

Alerta!

Gomes
18/06/2020