Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

MAIS CROMOS PARA A CADERNETA «PRESIDENCIAIS 2021»

Gomes, 15.01.21

MH JANEIRO 06-12-21.jpg

Desta feita a antifascista,
ex-militante no MRPP e ex- diplomata,
Ana Gomes
(socialista, mas sem apoio formal
do Partido Socialista - por que será?)
resolveu basear a sua campanha
a impedir um partido que começa
a crescer nas sondagens.
A incongruência de ser a favor da democracia,
mas impedir os partidos que não pensam
de maneira semelhante à sua
são tiques de uma extrema de que foi militante.
No Movimento de Humor lembramos
o que aconteceu na noite de 25 para 26 de Janeiro de 1975,
junto ao Palácio de Cristal, no Porto.
Com o anúncio do primeiro congresso do CDS,
começaram a surgir ameaças à sua concretização.
“A realização no Porto do Congresso do CDS
faz parte de uma ofensiva da burguesia contra a classe operária,
no sentido de limitar os direitos democráticos das massas” escreveram a Juventude Socialista (JS),
a Liga Comunista Internacional (JCI),
a Liga de União e Acção Revolucionária (LUAR),
Partido Revolucionário do Proletariado (PRP-BR)
e o Movimento de Esquerda Socialista (MES).
A questão é esta: será que a candidata Ana Gomes vai apurar quem eram os extremistas que usaram a força para impedir o primeiro congresso do CDS?
Era gente da Juventude Socialista e Comunista e outros partidos maoístas que hoje fazem parte do Bloco de Esquerda.
Se está tão preocupada com a Democracia
e não é extremista
deverá também procurar esclarecer o assassinato
de Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa - ou só quer
ter mão firme para combater quem não for marxista?
Ana Gomes demonstra
que vai ser uma Presidente apenas dos que partilham das suas opiniões, o que é estranho para quem se diz defensora
da Democracia.
Mantenham-se alerta!
Gomes
13/01/2021
 
 
 
 

ANA GOMES VESTE UMA "DEMOCRACIA" À MEDIDA

Gomes, 18.12.20

MH DEZEMBRO 09-18.jpg

Passamos da pera bêbeda para algo mais filosófico: as presidenciais 😃
 
Por isso fomos recolher a frase de Voltaire
que dizia algo como isto: «Mesmo não concordando com o que dizes defendo o direito de o dizeres» - AH! POIS! A malta anda numa de Filosofia.
 
A candidata Ana Gomes é que perdeu o pé da democracia
quando afirmou: « Era obrigação do Presidente da República
dizer ao Tribunal Constitucional e à Procuradoria Geral da República
que deveriam atuar para não permitir a legalização de uma força
que claramente põe em causa a Constituição».
 
Não!
 
Não se trata de proibir partidos que apoiam
a ditadura da China e os crimes da Coreia do Norte
e que usam a mesma insígnia que foi usada nos tempos de terror
da URSS.
 
Pois cada pessoa tem obrigação de se informar
para não cair nas demagogias das tiranias
(sejam elas travestis de Esquerda ou Direita).
 
Mas defender apenas quem pensa
com a mesma lógica política é tirania - cuidado senhora candidata Ana Gomes!
 
Não considere os portugueses burros!
 
Lembramos a frase de Voltaire: MESMO NÃO CONCORDADNDO,
DEFENDEREI O TEU DIREITO DE O DIZERES!
 
Nada de brincar aos salazarismos ou aos estalinismos
- há diferença entre proibir de dizer e condenar ação.
 
Mantenham-se alerta!
 
Gomes
18/12/2020

HOMÓNIMA DE CARTUNISTA CANDIDATA-SE A PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Gomes, 10.09.20

MH SETEMBRO 20-08.jpg

O Movimento de Humor (MH)
deparou-se com a notícia de que a homónima do cartunista, José Gomes - Ana Gomes-, vai-se candidatar à eleição para Presidente da República.
A questão foi levantada na redacção
por uma questão de incompatibilidades de funções
para que não hajam familiares do MH a governarem,
pois pode alimentar o "favorzinho político"
e começarmos a fazer cartoons fofinhos dos governantes.
Ana Gomes sempre se pautou
por não ter familiares no governo
(tirando a sua filha, Joana Gomes,
mas só por que tem imensa competência
para o cargo no ministério da Cultura
- por essa razão está a área da Cultura tão em governada!!).
Tal como José Gomes que também não tem familiares
no governo (neste caso não há excepções
para não haver nenhuma tentação).
A suspeita aumentou
quando, para além de terem o mesmo apelido
(José Gomes e Ana Gomes só podem ser parentes !),
também criticam o Partido Socialista.
Para além disso,
Ana Gomes e José Gomes também combatem os extremismos políticos.
Só que aqui há uma pequena diferença
entre José Gomes e Ana Gomes: Ana Gomes combate a extrema-Direita e José Gomes combate a extrema-Direita,
mas acrescenta o combate à extrema-Esquerda - esta pequena diferença levanta suspeita que podem não ser familiares.
Após o anúncio de Ana Gomes,
a direcção socialista e outros dirigentes do partido
continuam em silêncio.
Não há muitos movimentos arriscados neste jogo de "xadrez político": nem militantes, nem socialistas históricos se atrevem a dar a sua opinião.
Por que será?
Em recente entrevista ao semanário Expresso,
o primeiro-ministro considerou que se Marcelo Rebelo de Sousa não se recandidatasse a Presidente da República «havia um problema grave no conjunto do país»
que, no seu entender, tem por certo
que concorra a um segundo mandato
do actual chefe de Estado.
Vamos acompanhando a telenovela
patrocinada por todos os portugueses.
Mantenham-se alerta!
Gomes
10/09/2020