Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

MUITA GENTE JUNTA, MUITOS PROBLEMAS

Gomes, 08.07.20

MH JULHO 20-07.jpgNo dia 7 de Julho de 2018
o governo de António Costa
garantia que em 2019 iniciava o Metro em Coimbra.

O ministro que prometeu,
e não cumpriu,
foi "defender" os interesses de Portugal
na Europa
(percebe-se quais os interesses que vai defender).

(Confirmar aqui: https://www.youtube.com/watch?v=XMENuJyWqu4)

Em 2020 é anunciado: «O Orçamento do Estado (OE)
para 2020 reserva 22 milhões de euros para o Sistema
de Mobilidade do Mondego (SMM), a executar este ano,
o que equivale a 26% do investimento total no projeto,
que inclui intervenções no antigo ramal ferroviário da Lousã
e na construção de uma linha urbana, em Coimbra,
entre a Baixa e os Hospitais da Universidade.»

(Ver aqui: https://observador.pt/2020/02/14/governo-lanca-empreitada-de-abertura-do-canal-do-metrobus-em-coimbra/)

Também em 2020 é anunciado: «Em maio, o Metropolitano
de Lisboa assinou o contrato para a primeira empreitada
do plano de expansão da rede, num investimento de 48,6 milhões de euros. O Governo estima iniciar a obra
ainda este ano.»

(Ver aqui: https://www.noticiasaominuto.com/economia/1525542/metro-de-lisboa-inicia-hoje-estudo-na-estrela-previo-a-obra-de-expansao)

Qual o investimento a arrancar primeiro: a expansão do Metro Lisboa ou de Coimbra?

Investir ainda mais em Lisboa não junta mais gente e isso não aumenta a propagação do COVID-19?

Façam as vossas contas.

Mantenham-se alerta.

Gomes
08/07/2020