Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

COIMBRA: PRAXE ACADÉMICA SÓ DE MÁSCARA

Gomes, 04.08.20

MH AGOSTO 20-02.jpg

As medidas para combater a propagação da gripe chinesa continuam no mesmo registo de coerência:NENHUMA!

Em articulação com a reitoria
da Universidade de Coimbra
e o Conselho de Veteranos
a praxe irá ser realizada, mas com as devidas medidas
de segurança impostas pela não propagação
da gripe chinesa (dita covid-19).

Os estudantes irão manter o afastamento
dos 2 metros entre cada pessoa,
usarão máscara para poderem praxar
e serem praxados.

Serão formados grupos mais reduzidos
e deixará de haver o contacto físico.

Uma praxe à século XXI

Ouvimos a opinião de um estudante:
o senhor Sponge Bora (SB)
(cópia mal feita de Sponge Bob):

SB- Mas qual praxe?
A malta vai é para os copos...e olha que não necessita
de máscara para emborcar. Vamos ali para a tasca da Ti Alzira e toca de emborcar

MH - Mas não vão usar máscara?

SB- Tás drogado?
Atão como bebíamos com a máscara?!

Na redacção do Movimento de Humor
já começámos a apostar que vai aumentar
o consumo de bebidas espirituosas
em Coimbra- a quantidade é que está em jogo.

Gomes
04/08/2020

SE MORAR EM COIMBRA PODE TER A SUA CASA ILEGAL DURANTE 18 ANOS QUE NÃO HÁ PROBLEMA

Gomes, 10.07.20

MH JULHO 20-09.jpgO executivo da CMC,
liderado pelo senhor Manuel Machado,
dá o exemplo dizendo que é possível ter um edifício ilegal durante 18 anos e só depois é que o legaliza.

É exactamente o que está a acontecer com o Estádio Municipal Sérgio Conceição.

Bem sabemos que em Coimbra
abundam casos complicados ligados à construção,
mas para uns premeia-se o incumprimento
e para a maioria o chicote das normas absurdas
levadas à letra de forma.

Voltando ao Estádio, segundo palavras do presidente da CMC no artigo das Beiras assinado por Dora Loureiro:
«“Avaliado o terreno, pela câmara e por representantes
da família, ambas as partes chegaram a acordo
quanto aos valores envolvidos, o que permite à Câmara de Coimbra adquirir aquele terreno para finalmente legalizar a situação do Estádio Sérgio Conceição»

(ver artigo: https://www.asbeiras.pt/2020/02/camara-alcanca-acordo-para-comprar-terreno-do-estadio/)

Depois de 18 anos, eis finalmente a legalização de um edifício da própria Câmara, em ironia: que excelente exemplo vindo de cima.

Explicação: a família proprietária do terreno cedeu à CMC para construção de um estádio com a condição de poder urbanizar um terreno anexo. Mas parece que o Plano Diretor Municipal não previa a urbanização.

SURGEM AS PERGUNTAS QUE A COMUNICAÇÃO SOCIAL EM COIMBRA DEVERIA PROCURAR RESPOSTAS:

1- A CMC (enquanto instituição) desconhecia o Plano Diretor Municipal para aceitar o acordo?

2- Quem construísse uma urbanização perto de um estádio teria desvalorização ou valorização do empreendimento?

3-E a CMC constrói em terreno com acordo movediço? Notem que saiu das verbas públicas a sua construção e agora sai a compra de terreno.

4- Há quem diga que o terreno está a ser comprado
pela segunda vez, será assim?

5- Será que compram o terreno onde está situado o estádio ou compram também o que era para a suposta urbanização?

Mais um imbróglio idêntico a tantos outros em Coimbra.

Depois não há verbas,
mas já foi votada a compra do terreno.

Mantenham-se alerta!

Gomes
10/07/2020

MAIS FÁCIL EM COIMBRA

Gomes, 09.06.20

MH JUNHO 20-8.jpg

Um inquérito realizado em Coimbra, na última semana concluiu que o uso da máscara facial, para combater a pandemia, não levantou grandes problemas a elevado número de conimbricenses.

Ao contrário do que sucedeu noutras zonas do país, uma larga fatia da população coimbrã começou a utilizar correctamente a máscara desde o início.

Os especialistas dividem-se quanto à explicação para tal comportamento, mas está a aumentar o número dos que aludem à experiência dos habitantes de Coimbra com máscaras.

Com efeito, há anos que muitos conimbricenses utilizam máscaras nos olhos para não ver os resultados da desastrosa gestão autárquica.

Agora, quando a pandemia chegou a Portugal, esses milhares de cidadãos facilmente desviaram a máscara que lhes cobria os olhos para a zona do nariz e da boca.

Embora ainda não existam conclusões definitivas, os especialistas estão cada vez mais convencidos de que encontraram a explicação para o "fenómeno de Coimbra".

[Texto do nosso amigo Mário Martins]

Ilustração de Gomes
09/06/2020

AINDA BEM QUE QUE O PARTIDO DO GOVERNO É PELA DEFESA DO INTERIOR

Gomes, 07.05.20

MH MAIO 2020-4.jpg

O governo de António Costa,
o tal que é mais caro,
vai manter pagamento
dos passes às empresas de transporte.
Claro que estamos a falar da grande Lisboa
e do grande Porto o resto é paisagem.

O senhor Manuel Machado, presidente da Câmara Municipal de Coimbra,
nas ultimas autárquicas dizia que era uma enorme vantagem
para Coimbra ter um executivo da CM Coimbra
da mesma cor política que o governo.

E é o que se vê.
Sem Metro (nem o metro autocarro),
sem aeroporto,
sem apoios para os transportes públicos municipais
(quando o governo apoia as empresas
de transporte de Lisboa e Porto);
a maternidade nova - é para esquecer.

A pergunta é esta: Coimbra está melhor com governo e CMC serem socialistas?

Foram cumpridas as promessas em campanha
do senhor Manuel Machado?

Quais os critérios para apoio?
Será pela necessidade ou onde há maior número de votos?

Protejam-se de maus políticos
e, já agora, do covid-19

JG
06/05/2020