Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

PORTUGAL, UM PAÍS CADA VEZ MAIS TRANQUILO

Gomes, 26.01.21

MH JANEIRO 16-26-21.jpg

O ministério da Saúde,
na pessoa da senhora ministra Marta Temido
(eleita pelo Distrito de Coimbra)
está a dar continuidade a uma política errada
em relação ao combate à pandemia do coronavírus
e aos cuidados de outras doenças.
Desde Março do ano passado
que a senhora ministra da Saúde
já poderia ter tomado medidas
para a onda de graves consequências
dos contágios por coronavírus.
Os portugueses seguraram-se em casa
dando espaço para a senhora Marta Temido,
como ministra, tomar as medidas corretas
para a Saúde em Portugal - acordos com os privados,
treino de estudantes de Saúde,
juntar as forças armadas,
apetrechar hospitais,
transferir infetados.
Ou contou com uma cura
que aparecia milagrosamente
para uma doença que se sabe tão pouco?
Marta Temido reconheceu que não foi uma ministra eficiente?
Não! Não só não reconheceu erros
(foram vários)
como ainda crítica quem OUSA dizer que errou!
Factos:
-Portugal já era o país com mais novos casos diagnosticados
de infeção com o novo coronavírus por milhão de habitantes, tendo em conta a média dos últimos sete dias;
Mantenham-se em segurança
e alerta para não darem votos a quem estraga Portugal
e mata os portugueses.
Gomes
26/01/2021

"O EX COMENTADOR QUE DEIXOU DE TER OPINIÃO POR TER PODER PARA FAZER" É MAIS UM PARA A CADERNETA

Gomes, 15.01.21

MH JANEIRO 08-15-21.jpg

Marcelo Rebelo de Sousa,
como comentador falava de tudo.
Tinha opinião sobre tudo.
Mesmo quando havia processos de Justiça
em curso garantia a sua opinião
dizendo antes: «Não tenho conhecimento do processo
em especifico, mas se se verificarem
estes dados a situação é...» dando a sua opinião.
Hoje com o cargo de Presidente não pode ser tão opinativo.
Todos compreendemos.
Mas há casos e casos.
Nenhum português lhe pede para telefonar
para o programa de Cristina Ferreira para a consolar em direto - isso só o colocava numa situação de CAMPANHA POPULISTA.
O que os portugueses lhe pedem foi gritado
por uma senhora na Feira do Livro no Porto que perguntava como é que há tanto dinheiro para a banca, TAP e outras empresas das famílias dos imensos ministros e para haver mais profissionais de saúde e segurança pública; apoios a pequenos comerciantes que SÃO OBRIGADOS A FECHAR - NÃO HÁ UM CENTAVO !!
E sobre a suspeita de haver jornalistas vigiados?
E sobre falsificação de dados criados no Ministério da Justiça?
E sobre o crime cometido por agentes do SEF?
E sobre a negociata das golas que afinal eram inflamáveis?
E sobre o nepotismo no Governo?
E sobre as vacinas que afinal não há para todos?
E...
Nada!
Mas já sobre ter dado posse ao Governo
mais caro da Democracia, o senhor Presidente da República
nem levantou esta questão básica:
«Num país que tem dívidas externas
e constrangimentos económicos,
para o que é mais básico,
como pode ser dado poder
ao Governo mais caro da democracia?»
Como é que com um Governo
com tanta gente ninguém se apercebe
que a questão maior está na vigilância
das medidas de combate à pandemia?
Não se trata de CONFINAR a Economia, mas de a vigiar...PORRA!
Como é que não se apercebe que Portugal
não é apenas Lisboa e Porto
quando injeta dinheiro na TAP
para não se perderem votos?
Este senhor Professor
tem que receber uma lição dos eleitores
ou continuamos a ser MANIPULADOS!
Gomes
15701/2021

MAIS UM CROMO DA CADERNETA PRESIDENCIAIS 2021

Gomes, 15.01.21

MH JANEIRO 07-14-21.jpg

Desta vez o candidato levado ao colo pela polémica.
A falta de combate à corrupção,
o tráfico de influencias, os escândalos
e, sobretudo, a falta de investimento
na INSTRUÇÃO DO POVO
dão origem a este tipo de campanhas.
A facilidade de manipulação política
deu jeito a muitos eleitos,
mas agora o "feitiço vira-se contra o feiticeiro"
e CHEGA de tanta asneira!
Mantenham-se alerta!
Gomes
14/01/2021

MAIS CROMOS PARA A CADERNETA «PRESIDENCIAIS 2021»

Gomes, 15.01.21

MH JANEIRO 06-12-21.jpg

Desta feita a antifascista,
ex-militante no MRPP e ex- diplomata,
Ana Gomes
(socialista, mas sem apoio formal
do Partido Socialista - por que será?)
resolveu basear a sua campanha
a impedir um partido que começa
a crescer nas sondagens.
A incongruência de ser a favor da democracia,
mas impedir os partidos que não pensam
de maneira semelhante à sua
são tiques de uma extrema de que foi militante.
No Movimento de Humor lembramos
o que aconteceu na noite de 25 para 26 de Janeiro de 1975,
junto ao Palácio de Cristal, no Porto.
Com o anúncio do primeiro congresso do CDS,
começaram a surgir ameaças à sua concretização.
“A realização no Porto do Congresso do CDS
faz parte de uma ofensiva da burguesia contra a classe operária,
no sentido de limitar os direitos democráticos das massas” escreveram a Juventude Socialista (JS),
a Liga Comunista Internacional (JCI),
a Liga de União e Acção Revolucionária (LUAR),
Partido Revolucionário do Proletariado (PRP-BR)
e o Movimento de Esquerda Socialista (MES).
A questão é esta: será que a candidata Ana Gomes vai apurar quem eram os extremistas que usaram a força para impedir o primeiro congresso do CDS?
Era gente da Juventude Socialista e Comunista e outros partidos maoístas que hoje fazem parte do Bloco de Esquerda.
Se está tão preocupada com a Democracia
e não é extremista
deverá também procurar esclarecer o assassinato
de Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa - ou só quer
ter mão firme para combater quem não for marxista?
Ana Gomes demonstra
que vai ser uma Presidente apenas dos que partilham das suas opiniões, o que é estranho para quem se diz defensora
da Democracia.
Mantenham-se alerta!
Gomes
13/01/2021