Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

FRASE SEM PENSAR OU MINISTRA ARMADA EM "MARIA ANTONIETA" ?

Gomes, 06.08.20

MH AGOSTO 20-05.jpg

 

O caso aconteceu numa cerimónia
nos jardins do Museu Nacional de Arte Antiga,
em Lisboa, quando a jornalista da SIC,Iryna Shev,
perguntou sobre as iniciativas do grupo União Audiovisual,
que está a dar apoio a famílias de artistas carenciados,
a resposta foi pronta e terminou a entrevista:
«Só falo de arte contemporânea.
Portanto, muito obrigada
e vamos beber o drink de fim de tarde».

Ler mais no artigo do jornal Sol:https://sol.sapo.pt/art…/704637/ministra-indignada-com-a-sic

Graça Fonseca, ministra da Cultura,
defendeu-se que nem sequer ouviu a pergunta.
Foi uma frase sem pensar.
Ou seja: a senhora ministra não pensou
que estava numa cerimónia com jornalistas
a fazerem-lhe perguntas.

Nem nunca leu os imensos artigos
sobre o enorme aumento da pobreza das pessoas
que vivem do trabalho cultural.

Mas a história do "drink"
(interessante a expressão vinda de uma ministra
com a pasta da Cultura) tentou ser abafada por Graça Fonseca quando anunciou o “apoio histórico” dos 70 milhões para a Cultura, como se fosse uma história para adormecer as "Esquerdas UNIDAS" (PS, BE e CDU).

Pois os 70 milhões são para que o Estado
faça um investimento em obras de arte,
não para administrar a Cultura portuguesa
e muito menos para auxiliar quem depende da Cultura
para fazer compras de sobrevivência.

A triste realidade aumenta
quando ainda estão por explicar os negócios
da empresa de engenharia civil e familiar
de Graça Fonseca,
a Joule (nacional e internacional).

João Paulo Batalha, presidente da associação Integridade
e Transparência, não tem dúvidas: “a lei é clarinha”
e o que prevê, em casos como o de Graça Fonseca,
é mesmo a “demissão”.

Ler na integra o artigo do Expresso: https://expresso.pt/…/2019-07-31-Empresas-do-pai-da-mae-do-…

Esta aconteceu em 2019,
mas o que aconteceu? NADA!

Mais uma da Graça Fonseca sem pensar?

Mantenham-se alerta!

Gomes
06/08/2020

A "COLTura" DA CULTURA EM PORTUGAL

Gomes, 02.06.20

MH JUNHO 20-3.jpg

O humorista Herman José tinha uma peça
onde dizia mais ou menos isto:
«A "COLTura" é a pistola COLT que mata a cultura».
 
A piada assenta como uma luva em Graça Fonseca,
ministra da "COLTura" por matar a Cultura.
 
Graça Fonseca nem faz bem
nem faz mal - apenas não faz!
 
A senhora ministra da Cultura esconde-se na falta de dinheiro e justifica a falta de decisão com a falta de aprovação da revisão do orçamento
e justifica-se, também, com o dinheiro da Europa
que não vem
(OH! E o governo gere tão bem as verbas... - estão a brincar?)
 
Não há estratégia para a Cultura,
não há decisões, nem medidas,
não há critérios para apoios,
nem regras laborais...apenas há um deserto!
 
(https://observador.pt/2020/06/01/no-cinema-graca-fonseca-nao-comentou-crise-na-cultura-mas-garante-estar-a-lutar-por-verbas/)
 
Mas há "filmes" - como disse ontem no cinema em...Portugal/Lisboa.
 
Também não é de admirar
pois a actual ministra da Cultura
foi vereadora da Câmara Municipal de Lisboa
entre 2009 e 2015, quando António Costa
liderou a autarquia.
Foi um pouco passar da Câmara de Lisboa
para o governo de Portugal,
que para estes "senhores" é a mesma coisa.
 
Há um filme que se chama «Joules e Joules»
onde Graça Fonseca e a sua família
são protagonistas principais.
 
"Let´s look at a thrailler" como dizia o Herman:
 
A família da senhora ministra da Cultura tem contratos assinados correspondentes a mais a 150 mil euros.
Esta situação é ilegal como
noticiou o Expresso em 31/07/2019
e devidamente explicado por advogados
da ilegalidade dos contratos.
 
(ver: https://expresso.pt/politica/2019-07-31-Empresas-do-pai-da-mae-do-irmao-e-da-propria-ministra-da-Cultura-fizeram-contratos-com-o-Estado)
 
Apesar da ilegalidade ter quase um ano,
houve afastamento da ministra da Cultura?
NÃO!
 
Houve cumprimento de justiça sobre a ilegalidade?
NÃO!
 
Cabe-nos perguntar se Portugal tem uma imagem
credível para pedir ajuda internacional ou da Europa?
 
Será que alguém em juízo insiste em "encher" um balde roto?
 
Qual é a moral ?
- Ah! A Esquerda retirou a disciplina de 'Moral' da escola.
 
Agora, na sua absoluta impunidade,
a senhora ministra da cultura,
assobia para o lado quando tudo desmorona.
 
Se isto não é abuso de poder,
o que é 'abuso de poder'?
 
Mantenham-se seguros dos governantes.
 
GOMES
02/06/2020