Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

MINISTRO DO AMBIENTE É CLARAMENTE UM "GRANDE NABO"

Gomes, 08.04.21

MH MARÇO 21-24-21.jpg

MINISTRO DO AMBIENTE É CLARAMENTE UM "GRANDE NABO"

O ministro do Ambiente e Ação Climática, Pedro Matos Fernandes, é claramente um "grande Nabo". 'Nabo', mas não no sentido botânico da planta crucífera de raiz tuberosa e folhas comestíveis, 'nabo' como adjetivo que significa: que tem falta de habilidade, inteligência ou desembaraço.

Vamos ver qual a razão deste adjetivo.

No dia 27 de Dezembro de 2019, o jornal «Público» colocava artigo com título: «Ministro do Ambiente diz que deslocação de aldeias não pode ser “tema tabu”» relativamente às enormes chuvas de Dezembro 2019 que inundaram o Mondego e por falta de gestão da água inundaram aldeias (uma das aldeias foi Coimbra).

Ver aqui: https://www.publico.pt/.../ministro-ambiente-deslocacao...

O excesso de água e a falta de gestão do seu ministério deu nisto. Em vez do Ministro procurar com os especialistas a maneira de resolver decide colocar a possibilidade de mudar aldeias.

Mas havia água a mais!

Em 2021 vem dizer outra asneira.
O jornal «Observador» de 22 de Março 2021 vem com um artigo com o título «Ministro do Ambiente defende aumento do preço da água para mostrar que é escassa»

Defende o grande nabo que a água só pode ser bem usada se aumentar o preço 😃 😃 (que grande palhaçada pois já nos fez rir imenso).

Ou seja: as pessoas com mais posses podem esbanjar água e os mais necessitados é-lhes cortada a água por não terem dinheiro - é isso que o ministro do Ambiente e Ação Climática, Pedro Matos Fernandes, quer ? Ou quer arranjar maneira de o Governo subsidiar as companhias da água para dar mais dinheiro a camaradas das autarquias ?

Outra questão: se aumentar o preço da água as pessoas começam a perceber que devem gerir melhor a água em suas casas ? Então não é uma questão de informação e educação?

Ainda outra questão: o ministro do Ambiente e Ação Climática, Pedro Matos Fernandes, tem algum plano ou iniciou alguma medida para aproveitar as águas das fortes chuvas que ameaçam as comunidades litorais? Ou a medida é só aumentar o preço da eletricidade (dos camaradas da EDP) e agora a da água?

O ministro do Ambiente e Ação Climática, Pedro Matos Fernandes, merece o ordenado e as mordomias de ministro?

Mantenham-se em segurança destes "grandes nabos"

Gomes

08/04/2021