Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mOVIMENTO de hUMOR

Desenhos originais com um hUMOR que ou fazem pensar ou fazem ranger os dentes.

MAIS VALE SUSTENTAR UM BURRO A PÃO DE LÓ DE VALE DE CAMBRA !

Gomes, 11.07.22
 

MH-711-07-2022.jpg

 
 
«Os fogos no interior, devem-se ao Oxigénio.»
«O Bacalhau à Brás é o maior culpado pelo entupimento das urgências de saúde no Verão.»
«Os médicos é que são uns cobardes.»
São só algumas “pérolas de sabedoria”
com que nos tem brindado o Governo de António Costa.
 
O interior longínquo de Portugal...perdão, de Lisboa, é muito mais difícil de satisfazer e, talvez por isso, Costa quer juntar todos num recinto.
 
Fazer sair as pessoas das aldeias para defenderem o ambiente ecológico numa grande cidade.
Um plano político que a Ministra da Saúde eleita por Coimbra, Marta Temido, segue à risca. Como é de esperar por ter tanta proteção de Costa.
 
Deixar o interior de Portugal completamente vazio de pessoas. Poupando-se no esforço para apagar incêndios e para reduzir Centros de Saúde. À semelhança do que já aconteceu com os postos de Correios, Caixa Geral de Depósitos (que deveria ajudar a banca a chegar ao interior), Tribunais e demais instituições que chamam gente.
A verdade é que as tarifas cobradas nas estradas portuguesas que nos levam ao Interior também são proibitivas! Provando que a estratégia socialista é mesmo concentrar mais gente nas duas mega cidades portuguesas.
O CDS-PP de Vale de Cambra é que não foi na estratégia de António Costa e, sem medo de represálias socialistas, fez uma moção de protesto onde foram fechados os centros de Saúde abrangendo 40 aldeias.
 
O que é grave é que estas populações estão sem médico há mais de um mês.
 
Com votos de apoio do PSD e PS o CDS-PP de Vale de Cambra enviou a moção ao Presidente da República, Primeiro-Ministro, Ministra da Saúde, Área Metropolitana do Porto, grupos parlamentares da Assembleia da República, Administração Regional de Saúde do Norte e Agrupamento de Centro de Saúde Aveiro-Norte.
O CDS-PP de Vale de Cambra reclama a "normalização dos serviços" prestados pelos dois polos - dirigidos a uma população que é de 2.000 utentes, na sua esmagadora maioria pessoas idosas, durante a maior parte do ano e que duplica nos meses de verão e Natal com o regresso dos emigrantes.
 
Será que o Governo de António Costa não se apercebe que um interior mais abandonado ajuda a que haja mais incêndios ?
 
Entretanto, já recebemos mais de 4 mensagens da Aviso PROCIV para não fazermos fogos nos espaços rurais. 😃
Assinado pelo Primeiro-ministro desta nação que não se cala que é o Movimento de Humor, José Gomes